Encontre rapidamente o que procura:


  usando o Googl

This free script provided by JavaScript Kit

Implante

Página Principal Doenças Medicamentos Dependências Lazer Cuidados Corporais Cuidados Alimentares Primeiros Socorros Vida e Saúde Medic Alternativos



Voltar

 

O que é o implante contraceptivo?

É um método de contracepção de longa duração. É constituído por um pequeno bastonete que é inserido no braço sob a pele.

Qual a duração de acção do implante?

O implante contraceptivo existente no mercado é eficaz durante um período de três anos. Após este período perde lentamente a sua eficácia, pelo que será necessário substituí-lo ou utilizar outro método.

Como funciona?

Uma hormona que evita a ovulação é libertada lentamente do implante. Esta hormona evita, também ,que o esperma alcance o útero.

Composição:

Etenogestrel (progestagénio)

Indicações:

Contracepção a longo prazo de mulheres saudáveis entre os 18 e 40 anos.

Vantagens do implante:

O implante contraceptivo tem uma eficácia comparável, ou mesmo superior, aos contraceptivos orais;
Problemas gastrointestinais frequentes não interferem com a contracepção uma vez que o medicamento não passa pelo aparelho digestivo;
Tem uma eficácia prolongada, sendo por isso mais cómodo;
Pode ser considerado uma alternativa à esterilização, tendo a vantagem de ser reversível;
Não necessita de controlo diário;
Rápido retorno à fertilidade após a remoção.

Efeitos secundários:

Pode ocorrer acne, cefaleias, aumento do peso e sensibilidade mamária. Raramente poderá ocorrer queda de cabelo, alterações do humor, alterações da líbido, dores abdominais e períodos menstruais dolorosos. No local de inserção, logo após a colocação, poderá ocorrer irritação, dor e comichão.
Verificou-se que em 14% das mulheres a usar implante ocorreu  acne. Contudo, em 59% das mulheres que já tinham acne este melhorou e em 10% piorou.
Verifica-se também efeitos secundários como cefaleias, náuseas, mastodinia (tensão mamária) e alterações de humor, mas que não estão directamente relacionadas com o contraceptivo uma vez que também ocorrem normalmente em mulheres que não usam contraceptivo.
O aumento do peso verificado em 6,4% das mulheres é semelhante ao observado com outros métodos não hormonais.
Verifica-se alterações do ciclo menstrual, podendo-se tornar irregular. Dependendo da mulher, poderá ocorrer pequenas variações, ou mesmo ficar sem o período, ou até tornar-se mais abundante e prolongado. As menstruações dolorosas melhoram em 88% das mulheres.
Não se verificam alterações da coagulação do sangue. 
Raramente são observadas ligeiras subidas de tensão.

Interacções:

Alguns antibióticos, antiepilépticos e anticonvulsivantes são indutores enzimáticos, pelo que podem reduzir o efeito contraceptivo. No caso da toma de algum antibiótico deverá obter-se informações com o médico ou farmacêutico quanto à necessidade de durante esse período usar um método contraceptivo suplementar (preservativo). O médico deverá ser sempre informado  do uso do implante quando tiver de prescrever outros medicamentos.

Como é inserido o implante?

O implante contraceptivo só deverá ser inserido ou removido apenas por profissionais de saúde com conhecimentos no procedimento.
Antes de ser colocado é feito, tal como com outros contraceptivos, um exame médico para confirmar se esta contracepção hormonal é adequada.
O implante é inserido nos primeiros 5 dias do ciclo menstrual que correspondem ao período.
No caso de uso de pílula é preferível inserir logo no primeiro dia do intervalo.
Após o parto, e se não estiver a amamentar, o implante poderá ser inserido no intervalo de 21 e 28 dias.
O bastonete é aplicado na face interna do antebraço esquerdo ou direito, dependendo se é destra ou canhota.
A aplicação é feita com anestesia local com um aplicador esterilizado.
Depois de inserido é colocada uma ligadura de compressão para evitar equimose.
O local deverá ser mantido limpo e seco por 24 horas e depois retirada a ligadura.
A aplicação do implante é rápida e não dói devido à anestesia. Depois poderá ficar dorida e aparecer uma equimose (nódoa negra).
Pouco depois se ser inserido na pele forma-se uma camada de tecido em volta que o mantém no local.

Quando remover?

No final de 3 anos deverá ser removido.

Se, entretanto, houver a decisão engravidar ou simplesmente não querer continuar com este método poderá remover-se o implante. Depois de retirado, e após o primeiro mês, a ovulação voltará normalmente na maioria dos casos.

Como se efectua a remoção?

A remoção é feita com anestesia local. Faz-se uma pequena incisão e retira-se com uma pinça.
Após a remoção é colocada uma compressa para minimizar o risco de equimose.

Risco de Cancro?

Os contraceptivos hormonais, principalmente as pílulas combinadas, que contêm estrogénios e progestagénios, aumentam o risco de cancro da mama. Após a interrupção da toma da pílula o risco  diminuí. No caso de pílulas ou dispositivos contendo apenas progestagénios  os riscos são menores.

 

 

 

Doenças Infeciosas Doenças Crónicas Medicamentos Dependências Lazer
Hepatite
Meningite
SIDA
Vacinas
Varicela
Zona
Alergias
Asma
Calendário Polínico
Colesterol
Diabetes
Gota
Hipertensão
Osteoporose
Próstata 
Analgésicos
Antigripais
Cansaço
Vitaminas
Álcool
Drogas
Tabaco
Sol/Protectores
Viagens
Cuidados Corporais Dor e Febre Primeiros Socorros Vida e Saúde Medicamentos Alternativos
Cabelo
Caspa
Celulite
Pele Seca
Piolhos
Dor Dentes
Dor Garganta
Dor Menstrual
Dor Muscular
Febre
Emergências Animais domésticos
Auto-medicação
Bebé
Contraceptivos
Emagrecer
Impotência Sexual
Menopausa
Vacinas
Acupunctura
Chá
Fitoterapia
Homeopatia
Naturopatia
Osteopatia
Quiropráxia
Tisanas
Dermatologia Aparelho Digestivo Aparelho Respiratório Aparelho Genito-urinário Olhos e Ouvidos
Acne
Afta
Calos
Dermatite
Diarreia
Frieiras
Hematomas
Herpes Labial
Micoses
Queimaduras
Varizes
Azia
Enjoos
Fígado e Vesícula
Flatulência
Hemorróidas
Lombrigas
Obstipação
Congestão Nasal
Constipação
Gripe
Ressonar
Tosse
Candidíase
Herpes Genital
Inf. Urinária
Olhos
Ouvidos

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última actualização em 20-Fev-2014